|| PARCEIROS

Projeto “Defesa e Garantia de Direitos”

Termo de Colaboração Nº 76 assinado em 27 de março de 2018, com o Município de Campo Grande – MS, com a interveniência da Secretaria Municipal de Assistência Social – SAS (CNPJ 03.501.509/0001-06) e o Instituto Brasileiro de Inovações Pró Sociedade Saudável do Centro Oeste – IBISS|CO (CNPJ Nº 03.906.058/0001-97). Período de vigência: 01.01. 2018 á 31.12.2018
 
Os Recursos financeiros disponibilizados para execução do Termo de Colaboração, correrão no valor de R$ 25.200,00 a ser liberado em 11 (onze) parcelas, sendo a primeira de R$ 4.200,00 e as demais de R$ 2.100,00 do Serviço Especial de Média Complexidade, de acordo com o Cronograma de Desembolso do Plano de Trabalho.
 
Constitui o objeto deste Termo de Colaboração o repasse de recurso financeiros para ressarcimento de despesas realizadas e a realizar tendo por objetivo a manutenção e funcionamento pela Organização da Sociedade Civil, no serviço de Defesa e Garantia de Direitos, conforme Plano de Trabalho.
 
De acordo com, a Cláusula Oitava do Termo de Colaboração Nº 76/2018, o IBISS|CO apresentará a prestação de contas e relatório técnico, após trinta dias do recebimento de cada parcela.

Programa Eu Faço Cultura

Em parceria com o Programa Eu Faço Cultura, o IBISS|CO realiza o resgate de ingressos de produtos culturais para participação de   crianças, jovens, adolescente e mulheres que fazem parte dos projetos da Instituição. O objetivo é propiciar ao público o conhecimento e reconhecimento dos valores artísticos e culturais do Brasil.

Projeto “Protagonistas desta História”

Termo de Colaboração Nº 27705/2017, assinado em 05 de outubro de 2017, publicado no DOE Nº 9.510, 09 de outubro de 2017, com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar – SEMAGRO (CNPJ nº 27.351.589/0001-29), Fundo Estadual de Direitos Difusos e Lesados – FUNLES e o Instituto Brasileiro de Inovações Pró Sociedade Saudável do Centro Oeste – IBISS|CO (CNPJ Nº 03.906.058/0001-97). Período de vigência: 05.10.2017 à 30.09.2019.
 
Os Recursos financeiros disponibilizados para execução do Termo de Colaboração, correrão no valor de R$ 261.044,00, a ser liberado em 02 (duas) parcelas, conforme Cronograma de Execução. Para o exército de 2018 a instituição recebeu o valor de R$133.584,00 referente a primeira parcela.
 
Do valor total destinados para execução das ações, será designado o recurso de R$ 191.520,00 para equipe de trabalho que é composta por:
 
01 Coordenador: Realiza o planejamento e execução de projeto, de acordo com o plano de ação e o cronograma, acompanha e avalia os resultados das ações executadas e elabora o relatório final;
 
01 Assistente de coordenação: Auxilia nos processos de desenvolvimento do projeto, levanta necessidades, acompanha cronograma e elabora os relatórios das ações;
 
01 Educador Social: realiza o planejamento e execução das oficinas temáticas prevista no projeto; e
 
01 Articulador local: responsável por mobilizar crianças e adolescentes da comunidade participante do projeto e auxilia na execução das oficinas.
 
Constitui o objeto deste Termo de Colaboração a valorização da cultura negra, através do registro da manifestação tradicional da dança, música e culinária quilombola, de maneira a buscar proteger os saberes e expressões culturais da Comunidade Quilombola Furnas do Dionísio de Jaraguari –MS.
 
O Projeto “Protagonista Desta História” conta com a participação a participação 20 meninas e meninos quilombolas na faixa etária de 10 a 17 anos e parceria com o Coletivo de Mulheres Negras de MS - Raimunda Luzia de Brito (CMNEGRASMS)
 
Conforme Cláusula Décima do Termo de Colaboração Nº 27705/2017, o IBISS|CO apresentará prestação de contas e relatório parcial de Execução do Objeto, após o fim de cada exercício.

Projeto “I SimpositHIVo”

A Chamada Pública Nº 0032/2017 – Convocatória para seleção de Organizações da Sociedade Civil para realização de eventos que abordem a estratégia de Prevenção Combinada relacionadas às IST/ HIV/AIDS e Hepatites Virais.

Acordo de Cooperação Técnica do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/AIDS e das HV, da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, e da Organização das Nações Unidas para Educação, a Ciência e a Cultura aprovaram o projeto I SimpositHIVo- Simpósio de Mulheres Negras e Redes da Região Centro Oeste “Um dialogo sobre saúde e prevenção, gênero, raça e direitos humanos” previsto para ser realizado entre os dias 20, 21 e 22 de Novembro de 2018, no município de Campo Grande – MS, em alusão a data de luta e conquista da Consciência Negra. 


O Acordo de Parceiros de Implementação 914BRZ1138 AIDS SUS com período de vigência: 21/06/2018 a 20/06/2019 com valor total de $72.313,00 para execução do Termo de Colaboração, a ser liberado em 3 parcelas, conforme o contrato em anexo. 


Constitui-se como objeto deste Acordo contribuir para a promoção da saúde e redução da incidência e prevalência de IST/ HIV/AIDS e Hepatites Virais junto a mulheres negras em situação de alta vulnerabilidade social na região Centro Oeste convivendo e vivendo com / HIV/AIDS e Hepatites Virais. 


Vale ressaltar que o “conteúdo técnico dos materiais informativos produzidos no âmbito do contrato será de responsabilidade exclusiva da OSC. O Projeto 914BRZ1138 não se responsabilizará pela sua elaboração, construção, produção e/ou reprodução.

Este material foi realizado com recursos do Projeto 914BRZ1138, o qual, porém, não tem responsabilidade sobre o conteúdo apresentado.

Direito de ter Direitos: Combinando a Prevenção

A Chamada Pública Nº 0002/2018 – Convocatória para seleção de Organizações da Sociedade Civil para realização de ações de prevenção combinada incluindo testagem rápida do HIV - “Viva Melhor Sabendo”.

Acordo de Cooperação Técnica do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/AIDS e das HV, da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, e da Organização das Nações Unidas para Educação, a Ciência e a Cultura aprovaram o projeto “Direito de Ter Direitos: combinando a prevenção”, visa desenvolver ações de base comunitária de prevenção combinada do HIV, das IST e Hepatites Virais destinadas às populações-chave e sua interseção com as populações-prioritárias com objetivo de enfrentamento das vulnerabilidades individuais, sociais e programáticas. 

O Acordo de Parceiros de Implementação 914BRZ1138 AIDS SUS com período de vigência: 13/08/2018 a 12/08/2019 com valor total de $100.000,00 para execução do Termo de Colaboração, a ser liberado em 3 parcelas, conforme o contrato em anexo. 

Constitui-se como objeto deste Acordo contribuir para a promoção da saúde e redução da incidência e prevalência de IST/ HIV/AIDS e Hepatites Virais junto as populações-chaves e prioritárias como reposta a epidemia de HIV- Aids.  

Vale ressaltar que o “conteúdo técnico dos materiais informativos produzidos no âmbito do contrato será de responsabilidade exclusiva da OSC. O Projeto 914BRZ1138 não se responsabilizará pela sua elaboração, construção, produção e/ou reprodução.
Este material foi realizado com recursos do Projeto 914BRZ1138, o qual, porém, não tem responsabilidade sobre o conteúdo apresentado.   

Projeto: Afrodite - Prevenção e Promoção de Saúde em Direitos Humanos

Sinopse: Termo de Colaboração Nº 567 assinado em 10 de setembro de 2018, termo de colaboração celebrado entre o município de Campo Grande - MS, com a interveniência da Secretaria Municipal de Saúde - SESAU/Fundo Municipal de Saúde, com recursos do fundo municipal de saúde - FMS, e o Instituto Brasileiro de Inovações pró-Sociedade Saudável Centro Oeste - IBISS|CO. 

De acordo com a Cláusula Terceira do Termo de Colaboração Nº 567 - dos recursos financeiros e da dotação orçamentária: a Administração Pública Municipal transferirá, para execução do presente termo de colaboração, recursos no valor de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais) a ser liberado em (2 parcelas), de acordo com o cronograma de desembolso do Formulário de Proposta, quantia mencionada a ser depositada na conta corrente n. 4391-5 agência 2951-3 - Banco do Brasil. 

Do objeto: o presente termo de colaboração tem por objetivo a manutenção e funcionamento pela Organização da Sociedade Civil, tendo por objeto repasse de recursos financeiros, através de recursos oriundos da Portaria n. 3.276, de 26/12/2013, na função do Fortalecimento da Vigilância em Saúde - incentivo as ações de vigilância prevenção e controle das DST/AIDS e Hepatites Virais, para utilização conforme detalhado no Edital de Chamamento Público 001/2017/SVS/SESAU, que passa a ser parte integrante deste instrumento

Da prestação de contas: A prestação de contas apresentada pela organização da sociedade civil, deverá conter elementos que permitam ao gestor da parceria avaliar o andamento ou concluir que o seu objeto foi executado conforme pactuado, com a descrição pormenorizada das atividades realizadas e a comprovação do alcance das metas e dos resultados esperados, até o período de que trata a prestação de contas; A prestação de contas relativas à execução do termo de colaboração dar-se-á mediante análise dos documentos previstos no plano de trabalho, pelas ações desenvolvidas pela OSC, pelo relatório financeiro.

Mita Porã: o registro fotográfico do olhar das crianças e adolescentes indígenas urbanas

Termo de Fomento N° 3, assinado em 18 de março de 2019, com a Prefeitura Municipal de Campo Grande – MS, com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo – SECTUR (CNPJ 03.501.509/0001-06) e o Instituto Brasileiro de Inovações Pró Sociedade Saudável do Centro Oeste – IBISS|CO (CNPJ Nº 03.906.058/0001-97), com Fundo Municipal de Investimentos Culturais 2018. Período de vigência: 16.04. 2019 á 16.10.2019. Os Recursos financeiros disponibilizados para execução do Termo de Fomento, correrão no valor de R$ 41,510.00 de acordo com o Cronograma Orçamentário no Plano de Trabalho.

O projeto visa a valorização da cultura e identidade de crianças e adolescentes indígenas urbanos campo-grandense acerca da sua história e origem. As ações do projeto acontecerão na aldeia urbana Marçal Souza, ao lado do bairro Tiradentes em Campo Grande – MS, com 12 crianças e adolescentes indígenas na faixa etária de 7 (sete) a 17 (dezessete) anos.

Ele divide-se em duas etapas: no primeiro momento, acontecerá oficinas temáticas sobre valorização da cultura e identidade indígena, conjuntamente com oficinas de técnicas de fotografia, em seguida, serão desenvolvidas visitas técnicas em locais referentes a cultura indígena na cidade de Campo Grande – MS, como praças, museus e parques.

A proposta terá como resultado a Exposição “Mita Porã: o registro fotográfico do olhar das crianças e adolescentes indígenas urbanas”, com intuito de propiciar as expressões de si, do outro, de sua comunidade e como veem as questões da identidade indígena dada nos espaços ligadas a questões étnico raciais ameríndias em Campo Grande – MS.

A equipe de trabalho para o projeto é composta por:

Uma Coordenadora, que realizará a articulação entre os órgãos governamentais e não-governamentais para apresentação do projeto, executará o planejamento das oficinas com a equipe do projeto e irá fazer a elaboração dos relatórios técnico-financeiro do referido projeto.

Um Educador Social, que desenvolverá ações educativas e participativas visando a reflexão sobre si e sobre a cultura indígena urbana. Irá produzir os relatórios sobre as oficinas e o planejamento e execução delas.

Uma Monitora, que é responsável por mobilizar as lideranças da comunidade, além das crianças e adolescentes que irá participar do projeto, auxiliará na execução das oficinas e será responsável pelo recebimento das fichas de inscrição e termo de uso de imagem dos(as) participantes do projeto.

Uma fotógrafa, que é responsável por desenvolver ações educativas e participativas visando a reflexão sobre si e sobre a cultura indígena urbana através de ensinamentos sobre a fotografia; Produzir relatório técnico sobre a oficina de fotografia.

Um estagiário, que irá desenvolver ações educativas e participativas, irá auxiliar na produção dos relatórios técnicos sobre a oficina de fotografia e final, organizará os materiais para a oficina: didáticos, listas de presença, e montagem dos kits e irá acompanhar as oficinas educativas e visitas.

Ao final, todas e todos irão organizar a exposição, “MITA PORÃ: o registro fotográfico das crianças e adolescentes indígenas urbanas”.